30.11.09


Senti necessidade de escrever sobre ti. Desde sempre que somos amigos, olho para trás e vejo todos os momentos que já passamos. Já não têm conta todas as loucuras, os abraços, a cumplicidade, as diversões, o recoforto, as uniões...
Ultimamente tudo deixou de ser igual, já não chegas à minha beira com o mesmo sorriso, em vez disso tratas-me como se eu tivesse cometido o maior crime. Já me explicaste o porquê, mas esperava pelo teu apoio e não pelo teu desprezo. Eu prometi e quebrei... Gostava tanto que te conseguisses pôr no meu lugar para veres o que estou a passar. Numa noite fria, em que só se ouvia o bater a chuva no chão e o vento a assobiar entre as frinchas da janela, tentei falar contigo para esclarecer as coisas, estava muito mal... Demoraste a responder, mas quando vi a mensagem preferi nunca ter começado (...) dizia "Dá-me tempo para voltarmos a ser o que éramos". Foi no momento em que me caíu tudo, comecei a chorar e a pensar que todos estes anos de pura amizade não valeram de nada. Já há 2/3 meses que andas a dar a entender que eu para ti não sou nada, e que não queres saber da minha amizade. Isso dói, dói muito mesmo. Afinal onde estás tu que me dizias que eu sou a tua MAP para sempre e que aconteça o que acontecer vais estar sempre comigo? Acho que nem tu consegues responder, sinto-te distante.
Queria tanto que isto não passasse de um pesadelo e que amanhã ao acordar tudo voltaria ao normal e continuaríamos a ser os melhores amigos unidos desde sempre, que faziam as maiores figuras, mas que tinham os melhores momentos.
Sabes, fazes-me falta MELHOR AMIGO :/, não esperava que isto nos fosse acontecer, nem tão pouco que alguma vez nos iríamos chatear. Eu não quero estar assim :/

Sem comentários:

é assim pois!

A minha foto
"lembra-te de amar tudo o que tens, porque ninguém tem tudo o que ama (...)"

os meus textos

Segue-me ;)